quinta-feira, julho 31, 2008



COLABORA


Se a compreensão já se te fez luz nos recessos da alma,
reflete nos problemas da fome espiritual.




Não existiria a delinqüência na Terra, em tamanha extensão, não fosse a carência de recursos na sustentação da alma.



Indaguemos dos companheiros internados em sanatórios e instituições outras de trabalho reeducativo, para tratamento das alterações psicológicas de que são portadores, se teriam caso soubessem quanto lhes custaria a recuperação.



Conheces as estatísticas, referentes às áreas do Planeta, ameaçadas pela falta de pão?



Medita nas multidões, em todos os setores da experiência terrestre que clamam por esclarecimento e consolo, segurança e tranqüilidade.


Fotografas a presença de certas enfermidades no corpo através da radiografia.



A biópsia fornece exata notícia do câncer.



Quem fará a identificação do desânimo no caráter juvenil ou da tempestade de lágrimas que arrasa um coração materno?



Sai de ti mesmo e ampara aos que esmorecem de inanição na vida íntima.



A fome do estômago grita e agride.



A fome do coração, no entanto, é anestesiada pelas sombras da ignorância, quando as sombras da ignorância acerca de Deus e da imortalidade
alcançam as forcas do sentimento.



Tolera, serve, eleva e abençoa.



Para auxiliar na extinção das trevas de espírito, ninguém te pede espetáculos de grandeza.


Basta te disponhas a estender essa ou aquela migalha de amor num raio de luz.


Meimei

quarta-feira, julho 30, 2008

Tela de Renoir

PREOCUPAÇÕES



Não se aflija por antecipação, porquanto é possível que a vida resolva o seu problema, ainda hoje, sem qualquer esforço de sua parte.


Não é a preocupação que aniquila a pessoa e sim a preocupação em virtude da preocupação.


Antes das suas dificuldades de agora, você já faceou inúmeras outras e já se livrou de todas elas, com o auxílio invisível de Deus.


Uma pessoa ocupada em servir nunca dispõe de tempo para lembrar injúria ou ingratidão.


Disse um notável filósofo: "uma criatura irritada está sempre cheia de veneno", e podemos acrescentar: "e de enfermidade também".


Trabalhe antes, durante e depois de qualquer crise e o trabalho garantirá sua paz.


Conte as bênçãos que lhe enriquecem a vida, em anotando os males que porventura lhe visitem o coração, para reconhecer o saldo imenso de vantagens a seu favor.


Geralmente, o mal é o bem mal-interpretado.


Em qualquer fracasso, compreenda que se você pode trabalhar, pode igualmente servir, e quem pode servir carrega consigo um tesouro nas mãos.


Por maior lhe seja o fardo do sofrimento, lembre-se de que Deus, que agüentou você ontem, agüentará também hoje.


ANDRÉ LUIZ

Tela de Renoir

Mostre seu lado bom para o mundo.

Para Viver Bem...


Não fique comentando os erros e acertos de sua vida com todo mundo.



Ficar exibindo a todos suas qualidades é muito feio, mas ficar relacionando seus defeitos e fraquezas para mostrar humildade é muito pior.



Conhecer nossos pontos falhos é importante porque nos dá uma noção de como nos esforçar para mudar.




Todos temos condições de fazê-lo.



Embora uma mãozinha de algum amigo sempre seja bem-vinda, alardear para o mundo nossas fraquezas não nos ajuda em nada.



Humberto Pazian




Texto extraído do livro: Para Viver Bem... Página 106::Autor: Humberto Pazian::Editora Petit

terça-feira, julho 29, 2008

Tela de Monet




Todo Homem Sábio é Sereno


"Serenidade é conquista que se consegue a esforço pessoal e passo a passo.


Pequenos desafios que são superados; irritação que se faz controlada, desajustes emocionais corrigidos; vontade bem direcionada; ambição freada, são experiências para aquisição da serenidade.


Um Espírito sereno, já se encontrou consigo próprio, sabendo o que, exatamente deseja da vida.


A serenidade harmoniza, exteriorizando-se de forma agradável para os circundantes.


O homem sereno já venceu grande parte da luta.


Joanna de Ângelis


Psicografia de Divaldo Pereira Franco


MENSAGEM DE CONFORTO


Quando você se observar,

à beira do desânimo, acelere o passo para frente,

proibindo-se parar.



Ore, pedindo a Deus mais luz

para vencer as sombras.



Faça algo de bom,

além do cansaço em que se veja.



Leia uma página edificante,

que lhe auxilie o raciocínio na mudança

construtiva de idéias.



Tente contato de pessoas,

cuja conversação lhe melhore

o clima espiritual.



Procure um ambiente,

no qual lhe seja possível ouvir palavras

e instruções que lhe enobreçam os pensamentos.



Preste um favor, especialmente aquele

favor que você esteja adiando.

Visite um enfermo, buscando reconforto

naqueles que atravessam dificuldades

maiores que as suas.



Atenda às tarefas imediatas que esperam por você

e que lhe impeçam qualquer demora

nas nuvens do desalento.



Guarde a convicção de que todos estamos

caminhando para adiante, através de problemas e lutas,

na aquisição de experiência, e de que a vida concorda

com as pausas de refazimento das nossas forças,

mas não se acomoda com a inércia

em momento algum.


André Luiz



Do livro "Busca e Acharás" Francisco Cândido Xavier - Ed. Ideal

segunda-feira, julho 28, 2008

Tela de Boudin pelo médium Medrado/BA



SENTIR-SE BEM



Amigo(a), muitas pessoas passam o dia sentindo-se mal - física ou psicologicamente; outros precisam de remédio para estarem melhores; outros prcisam de remédio para estarem melhores; outros são como autômatos, levados pela vida sem esboçar resistência.



Pequena parte consegue planejar seus dias na busca da felicidade, sentindo-se bem e edificando sua harmonia interior.



Quando reclamamos de fatores que nos fazem infelizes, esquecemos de pesar na balança da vida a nossa postura ante as ocorrências: se nos alimentamos mal; se agredimos nosso organismo com excessos de fumo, bebida, drogas; se desestruturamos nosso íntimo com a raiva, a irritação, guardando mágoas, desvios sexuais, reações violentas às incompreensões alheias; se entristecendo ante as dificuldades; discutindo a toda hora com familiares, amigos, vizinhos, etc.



Sentir-se bem é um desafio.



Fazendo o inverso do que vimos acima: sendo gratos para com as boas coisas da vida, aprendendo a meditar e olhar para dentro de nós mesmos, relevando coisas menores, alegrando-nos e perdoando mais, sentir-nos-emos melhor hoje e sempre.



Do livro: Reflexões para a Paz ::Autor: Joamar Zanolini Nazareth

domingo, julho 27, 2008


Tudo o que hoje preciso realmente saber, aprendi no Jardim de Infância...


Pedro Bial



Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância.


A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinhode areia da escola de todo dia.


Estas são as coisas que aprendi:


1. Compartilhe tudo;


2. Jogue dentro das regras;


3. Não bata nos outros;


4. Coloque as coisas de volta onde pegou;


5. Arrume sua bagunça;


6. Não pegue as coisas dos outros;


7. Peça desculpas quando machucar alguém; mas peça mesmo !!!


8. Lave as mãos antes de comer e agradeça a Deus antes de deitar;


9. Dê descarga; (esse é importante)


10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você;


11. Respeite o limite dos outros;


12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco... desenhe... pinte... cante... dance... brinque... trabalhe um pouco todos os dias;


13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)


14. Quando sair, cuidado com os carros;


15. Dê a mão e fique junto;


16. Repare nas maravilhas da vida;


17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também.


Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo, ao seu mundo e vai ver como ele é verdadeiro, claro e firme.


Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca.


Ou se todos os governos tivessem como regra básica, devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair.


Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos.


É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.



"O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver"...



HONESTIDADE



A humanidade cada vez mais demonstra preocupação com questões transcendentes da vida.


A consciência de que viver não se resume a aspectos materiais se dissemina pela sociedade.


Fala-se em entrar em contato com a própria essência, em desenvolver a espiritualidade.


Independentemente de filiação a determinada corrente religiosa, a ampla maioria afirma acreditar em uma força superior.


Isso revela as criaturas buscando identificar a razão de sua existência.


Como tudo no universo encontra-se em constante metamorfose e aprimoramento, conclui-se que o progresso é uma das finalidades da vida.


O anseio pelos aspectos sublimes da existência demonstra justamente as criaturas em pleno processo evolutivo.


Mas é importante recordar que a evolução dá-se de modo cadenciado.


Na natureza não ocorrem saltos.


As espécies não se transformam repentinamente.


Determinadas etapas devem ser vencidas para ser possível atingir-se a fase seguinte.


É como a construção de uma casa: ninguém inicia pelo acabamento.


Faz-se necessário antes providenciar sólida estrutura.


O mesmo ocorre com o psiquismo das criaturas.


A identificação com as faixas superiores da vida pressupõe o domínio de aspectos básicos do viver.


A harmonia e a paz são o resultado de vivências nobres do espírito.


Tais conquistas não são improvisáveis e nem surgem de um momento para o outro.


Assim, ao preocupar-se com questões transcendentes, não esqueça coisas elementares.


A honestidade é justamente uma das primeiras virtudes a serem conquistadas por quem deseja a paz e a felicidade.


O céu não é um local determinado no espaço, mas um estado de consciência, de harmonia com as leis divinas.


Mas não é possível harmonizar-se com tais leis sem o rigoroso atendimento dos próprios deveres.


Ser honesto implica demonstrar lealdade em todos os aspectos da existência.


O homem honesto realiza as tarefas que lhe cabem, com ou sem testemunhas.


Ele não inventa desculpas para avançar sobre o patrimônio do vizinho.


Infelizmente, nossa sociedade vive uma grande crise ética.


Ao tempo em que demonstram indignação com a desonestidade alheia, os indivíduos são com freqüência desleais em seus negócios particulares.


Muitas vezes, quem reclama dos políticos não paga corretamente seus impostos.


Inúmeros estudantes bradam contra a falta de ética de governantes e empresários, mas colam nas provas e copiam as tarefas dos colegas.


Esse gênero de conduta sinaliza apenas hipocrisia.


Como afirmou Jesus, é necessário dar a César o que é de César.


Ao agir honestamente, ninguém faz mais do que a obrigação.


Mas não há como desenvolver harmonia espiritual se nem a honestidade ainda foi assimilada.


É paradoxal fazer caridade sem pagar as próprias contas.


A torpeza dos outros não lhe serve de desculpa.


Antes de preocupar-se com a ausência de ética alheia, analise seu modo de viver.


Pense se você tem condições de assumir tudo o que faz e diz.


Pense nisso!


A lealdade irrestrita é uma recompensa em si mesma, pois confere dignidade e auto-respeito.


Assim, se você deseja viver em paz, seja honesto.


Afinal, a conquista da paz pressupõe poder observar o próprio proceder sem remorso ou vergonha.



Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita. - http://www.momento.com.br/

sábado, julho 26, 2008



“A mente que ora, permanece em movimentação na esfera invisível”
Desconheço a autoria

DEUS nosso Pai, vós que sois todo poder e bondade,
Dai a força àquele que passa pela provação,
Dai a luz àquele que procura a verdade,
Ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.
DEUS,
dai ao viajor a estrela guia,
ao aflito a consolação,ao doente o repouso.
PAI,
dai ao culpado o arrependimento,
ao Espírito a verdade,à criança o guia,ao orfão o pai.
SENHOR,
que a Vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade, Senhor, para aqueles que não vos conhecem,
Esperança para aqueles que sofrem.
Que a Vossa bondade permita aos Espíritos consoladores
Derramem por toda parte a paz,
a esperança e a fé.
DEUS, um raio,
uma faísca do vosso amor pode abrasar a Terra.
Deixa-nos beber nas fontes desta bondade fecunda e infinita
e todas as lágrimas secarão,todas as dores acalmar-se-ão.
Um só coração,
um só pensamento subirá até Vós,
Como um grito de reconhecimento e de amor.
Como Moisés sobre a montanha,
nós Lhe esperamos com os braços abertos
Oh, bondade!
Oh beleza!
Oh perfeição!
E queremos de alguma sorte alcançar a Vossa misericódia.
DEUS,
Dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até Vós.
Dai-nos a caridade pura.
Dai-nos a fé e a razão.
Dai-nos a simplicidade,
que fará de nossas almas...
Um espelho onde se reflitirá a Vossa divina imagem.
Assim seja!

sexta-feira, julho 25, 2008


CULTURA DE GRAÇA



Além da cultura primária da inteligência, o homem paga na Terra todos os dotes do conhecimento mais elevado.


Pelo currículo de várias disciplinas, cobram-se-lhe matrículas, taxa, honorários e emolumentos diversos, nas casas de ensino superior.


Se quiser explicadores dessa ou daquela matéria em que se veja atrasado, é constrangido ao dispêndio de extraordinários recursos.


Se decide penetrar o domínio das artes é obrigado a remunerar as notas do solfejo ou a iniciação do pincel.


Entretanto, para as nossas aquisições sublimes, permite o Senhor que a Doutrina Espirita abra atualmente na Terra preciosos cursos de elevação, em que a cultura da alma nada pede à bolsa dos aprendizes.


Cada templo do Espiritismo é uma escola aberta às nossas mais altas aspirações e cada reunião doutrinária é uma aula, suscetível de habilitar-nos às mais amplas conquistas para o caminho terrestre e para a Vida Maior.


Pela administração desses valores eternos não há preço amoedado.


Cada aluno da organização pode comparecer de mãos vazias, trazendo simplesmente o sinal do respeito e o vaso da atenção.


Jesus, o Mestre dos Mestres, passou entre os homens sem nada cobrar por Seus Divinos Ensinamentos.


E o Espiritismo, que lhe revive agora as bênçãos de amor, pode ser comparado a instituto mundial de educação gratuita, conduzindo-nos a todos sem exigência e sem paga, do vale obscuro da ignorância para os montes da luz


Scheilla


Psicografia de Francisco C. Xavier :: livro: Ideal Espírita :: Pelo Espírito Scheilla

quinta-feira, julho 24, 2008



Tela de Monet pelo médium Medrado/BA



Nosso pensamento deveria estar sempre voltado para Deus


Para Viver Bem...



Todos os dias, pela manhã, faça um contato com Deus antes de qualquer outra atividade.


Esse contato, essa oração, fará com que adquira força e inspiração para as atividades do dia.


A cada dia retornamos com nosso corpo às atitudes da vida graças à vontade daquele que nos criou.

Por mais importante que julguemos nossas ocupações e compromissos, nada é tão importante que não possa esperar um momento de comunhão com Deus.


Nada, mas nada mesmo, deve ser mais importante do que Deus em nossas vidas.


Humberto Pazian



Texto Extraído do livro Para Viver Bem... Página 104::Autor: Humberto Pazian::Editora Petit

terça-feira, julho 22, 2008

Obrigada Senhor, por mais um caminho que se abre à minha vida!
Que seja permeado de flores da alegria, do respeito, da solidariedade e de numerosas realizações!
Obrigada Senhor, por todos que direta ou indiretamente me auxiliaram em mais esta vitória...Que as Tuas bênçãos envolvam a todos, como gratidão pelo apoio que recebi ...


PRECE DE GRATIDÃO A DEUS



“Senhor, obrigado pela vida, por existirmos e podermos
compreender que todos nós devemos estender as mãos uns aos outros,
sem preconceito de raça, nacionalidade, cor ou religião, para vivermos a
pura fraternidade!



Nossa gratidão por tudo quanto temos recebido da Sua Infinita
Bondade, e que haveremos de receber eternamente pelos séculos afora,
mas que tenhamos sempre a humildade para aceitar a Sua vontade
soberana acima da nossa!



Queremos agradecer, Pai Celeste, o céu que acende estrelas até o
amanhecer, o sol que nos aquece, o canto alegre dos pássaros, o verde que
veste as matas, os mares, os rios e cachoeiras, enfim, tudo quanto a
natureza nos dá, em nome da Sua Infinita Perfeição!



Senhor da vida! Conceda-nos sempre a iluminação para que as
nossas almas entendam cada vez mais as lições imortais de Jesus, nosso
guia e modelo oferecido pela Sua generosidade!



Suprema Inteligência do Universo! Derrama sobre todas as criaturas
humanas suas bênçãos de bondade e amor, para que, unidas pelo
sentimento de fraternidade, venham a construir um mundo onde a paz
reine para todo o sempre!



Nosso Pai que estás nos céus! Pai de todas as criaturas, de todas as
nacionalidades, dos ateus, dos seguidores de todas as religiões, dos ricos
e dos pobres, enfim, das pessoas de todas as condições sociais; ao raiar de
mais um dia, dá-nos o júbilo da esperança, a benção do trabalho e a
confiança no futuro!



Assim seja, Senhor! Porque cremos na Sua Infinita Misericórdia,
que sustenta a todos nós, Seus filhos, em todos os recantos da Terra e de
todo o Universo!”




(Prece publicada, na coluna “Em nome de Deus”, no jornal EXTRA, assinada
por Gerson Simões Monteiro, em 28/12/2003)

domingo, julho 20, 2008



Mesmo Assim



Vivemos um momento na face da Terra que, por vezes, parece que todos os valores morais estão em baixa.


E você, que está buscando construir suas mais nobres virtudes, em muitos momentos se sente enfraquecido pelo próprio mundo à sua volta.


Quando age com honestidade, comentam que você é tolo, que está remando contra a maré, em vez de fazer o que todo mundo faz.


Mas se você quer ser grande perante sua consciência, seja honesto mesmo assim.


Se procura balizar seus atos na justiça, ouve que essa atitude é a de um alienado, vivendo num mundo em que vence sempre o mais forte.


No entanto, seja justo mesmo assim.


Se está construindo um lar apoiado nas colunas sólidas da fidelidade, é comum ouvir gargalhadas insanas ou comentários maldosos a respeito do seu comportamento.


Seja fiel mesmo assim.


Quando seu coração se compadece, diante dos infelizes de toda sorte, não falta a zombaria daqueles que pensam que cada um deve pensar em si próprio, ignorando os sofrimentos dos irmãos de caminhada.


Tenha compaixão mesmo assim.


Se você dedica algumas horas do seu dia, voluntariamente, em favor de alguém, rico ou pobre, que precisa da sua atenção e do seu carinho, percebe as investidas da maldade daqueles que pensam que nos seus atos há uma segunda intenção.


Seja fraterno e solidário mesmo assim.


Quando você age com sinceridade, com lealdade, é comum ser taxado de insensato, fugindo do comum em que muitos usam de subterfúgios mesquinhos para conseguir o que desejam.


Seja sincero e leal mesmo assim.


Se, diante das circunstâncias do dia-a-dia, você revela sua fé em Deus e em Suas soberanas Leis, e é chamado de piegas ou crédulo, mantenha sua fé mesmo assim.


Se em face de tantos desatinos no campo da sensualidade e na falta de decoro que assola grande parte dos seres, você deseja manter-se íntegro e recatado e é chamado de louco mantenha-se íntegro e recatado mesmo assim.


Quando aqueles que se julgam acima do bem e do mal tentam apagar a chama da esperança que você acalenta no íntimo, afirmando que a esperança é a ilusão da mediocridade, mantenha a esperança mesmo assim.


E, por fim, mesmo que alguém tente roubar a sua coragem de continuar lutando e acreditando em dias melhores, mantenha sua coragem e continue acreditando mesmo assim.


Ao findar sua jornada terrestre, e só então, você poderá contemplar a ficha de avaliação do seu desempenho. Somente você será responsabilizado por seus atos.


E tenha a certeza de que todos aqueles que tentaram desviá-lo do caminho reto não estarão lá para lhe dar apoio



Madre Teresa de Calcutá, dentre tantos conselhos preciosos que legou à humanidade, deixou um conselho especial para aqueles que desejam construir na intimidade as mais nobres virtudes, dizendo:



"Muitas pessoas são irracionais, ilógicas e egocêntricas. Ame-as, mesmo assim."


"Se você tem sucesso em suas boas realizações, ganhará falsos amigos e verdadeiros inimigos. Tenha sucesso, mesmo assim."


"O bem que você faz será esquecido amanhã. Faça o bem, mesmo assim."


"A honestidade e a franqueza o tornam vulnerável. Seja honesto, mesmo assim."


"Aquilo que você levou anos para construir, pode ser destruído de um dia para o outro. Construa, mesmo assim."


"Os pobres têm verdadeiramente necessidade de ajuda, mas alguns deles podem atacá-lo se você os ajudar. Ajude-os, mesmo assim."


"Se você der ao mundo e aos outros o melhor de si mesmo, você corre o risco de se machucar. Dê o que você tem de melhor, mesmo assim."




Autor:Equipe de Redação do Momento Espírita.



Dedico este post aos meus amigos, encarnados e desencarnados, desta e das demais experiências reencarnatórias, pedindo a Jesus que ampare a todos...




É Difícil Definir "Amigo"



Amigo é quem lhe dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que lhe faz falta.


Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas.


É quem tentou e fez, e não é egoísta para não querer compartilhar o que aprendeu.


É aquele que ajuda e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer já o realimenta e satisfaz.


Amigo é quem entende seu sentimento porque já sentiu, ou um dia vai sentir, o mesmo que você.


Um amigo é compreensão para o seu cansaço e complemento para as suas reticências.


É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir de vez em quando, sua sede de inovar sempre.


É ao mesmo tempo espelho que o reflete, e óleo derramado sobre suas águas agitadas.


O amigo se compadece pelos seus erros, e vibra com o seu sucesso.


É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais o seu sorriso.


Amigo é aquele que toca suas feridas com mãos de veludo; acompanha suas vitórias com euforia e faz piada para amenizar seus problemas.


Amigo é aquele que sente medo, dor, náusea, cólica, e chora, como você.


E, se pudesse, sofreria no seu lugar.


Um amigo sabe que viver é ter história para contar.


É quem sorri para você sem motivo aparente, sofre com seu sofrimento, e é o padrinho natural dos seus filhos.


É aquele que encontra para você aquilo que nem você sabia que buscava.


Amigo é quem lhe envia cartas, esperadas ou não, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas.


É aquele que lhe ouve ao telefone mesmo quando a ligação parece caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se estivesse olhando em seus olhos.


Amigo é aquele que entende o que seus olhos dizem, sem precisar de palavras.


É aquele que adivinha seus desejos, seus disfarces, suas alegrias, e percebe seus medos.


Amigo é quem aguarda pacientemente que surja aquele brilho no seu olhar e se entusiasma quando o vê surgir.


É quem tem sempre uma palavra sob medida quando seus olhos se cobrem de lágrimas.


E é também aquele que sabe quando você está lutando para sufocá-las na garganta.


Amigo é como lua nova, é como a estrela mais brilhante, é luz que se renova a cada instante, com múltiplas e inesperadas cores, que cabem todas na sua íris.


Amigo é verdade e razão, sonho e sentimento...


Amigo é aquele que lhe diz: "eu amo você" sem qualquer medo de má interpretação.


Enfim, amigo é quem ama você e ponto final.




As doações de amizade pura enriquecem os companheiros de jornada. Quando outras emoções se enfraquecem no vaivém dos choques, a amizade perdura, companheira devotada das pessoas que se estimam. Ter amizade é ter coração que ama e esclarece, que compreende e perdoa, nas horas mais amargas da vida. Por tudo isso, estendamos os benditos recursos da amizade real onde a discórdia tenta espalhar o escuro domínio que lhe é próprio.




Autor:Equipe de Redação do Momento Espírita, com base em texto de Marcelo Batalha, intitulado "Amigo, um Ensaio", disponível no site http://www.velhosamigos.com.br, e em verbetes do livro Dicionário da Alma, de Francisco Cândido Xavier, Ed. FEB.

sábado, julho 19, 2008

Tela de Renoir




ACORDEMOS



É sempre fácil

examinar as consciências alheias,

identificar os erros do próximo,

opinar em questões que não nos dizem respeito,

indicar as fraquezas dos semelhantes,

educar os filhos dos vizinhos,

reprovar as deficiências dos companheiros,

corrigir os defeitos dos outros,

aconselhar o caminho reto a quem passa,

receitar paciência a quem sofre

e retificar as más qualidades de quem segue conosco...


Mas enquanto nos distraimos,

em tais incursões a distância de nós mesmos,

não passamos de aprendizes que fogem,

levianos, à verdade e à lição.


Enquanto nos ausentamos

do estudo de nossas próprias necessidades,

olvidando a aplicação dos princípios superiores que abraçamos na fé viva,

somos simplesmente cegos do mundo interior relegados à treva...


Despertemos, a nós mesmos,

acordemos nossas energias mais profundas

para que o ensinamento do Cristo

não seja para nós uma bênção que passa,

sem proveito à nossa vida,

porque o infortúnio maior de todos para a nossa alma eterna

é aquele que nos infelicita quando a graça do Alto

passa por nós em vão!...



André Luiz



PRECE DE ISMAEL


Glória a Deus nas alturas, paz na terra a toda humanidade!
Jesus, bom e amado mestre,
sustenta os teus humildes irmãos pecadores nas lutas deste mundo.


Anjo bendito do senhor,
abre sobre nós as tuas brancas asas e abriga-nos do mal.
Levanta os nossos espíritos a magestade do teu reino.
Infunde em todos os nossos sentidos ,
a luz do Teu imenso amor.



Jesus, pela Tua sagrada paixão,
pelos Teus martírios na cruz;
dá a estes que se acham ligados ao pesado fardo da matéria,
orientação perfeita no caminho da virtude,
único pelo qual podemos te encontrar.


Jesus paz a eles, misericórdia aos nossos inimigos,
recebe no Teu seio bendito a prece dos últimos dos teus servos.
Amiga estrela farol das imortais falanges,
láva-nos de todas as culpas,
atrái- nos para junto de Teu seio
santuário bendito de todos os amores.

Se o mundo com seus erros, paixões e ódios
alastra nossos caminhos com as trevas do pecado,
rebrilha mais com a tua misericórdia,
para que seguros e apoiados no Teu Santo Evangelho,
possamos trilhar e vencer as escabrosidades do caminho
e chegar nas moradas do Teu Reino.



Bendita estrela farol dos pecadores e justos.
Abre o Teu seio divino e recebe a nossa súplica deste instante,
pelo nosso Brasil, pela humanidade inteira.


Que assim seja!

sexta-feira, julho 18, 2008

Tela de Monet



A FELICIDADE



Não está no dinheiro, porquanto, a cada passo, surpreendemos irmãos nossos, investidos na posse do ouro, a se confessarem desorientados e infelizes; importa reconhecer, porém, que o dinheiro criteriosamente administrado, transfigura-se em poderosa alavanca do trabalho e da beneficência, resgatando lares e corações para a Vida Superior.


Não está na inteligência, visto que vemos, em toda parte, gênios transviados, utilizando fulgurações do pensamento em apoio das trevas; urge anotar, no entanto, que a inteligência aplicada na sustentação do bem de todos será sempre uma fonte de luz.


Não está na autoridade humana, de vez que habitualmente abraçamos criaturas, altamente revestidas de poder terrestre, carregando o peito esmagado de angústia; é necessário observar, todavia, que a influência pessoal em auxílio à comunidade é base de segurança e fator de harmonia.


Não está nos títulos acadêmicos, porque, em muitas ocasiões, encontramos numerosos amigos laureados com importantes certificados de competência, portando conflitos íntimos que os situam nos mais escuros distritos do sofrimento e da aflição; não será, contudo, razoável ignorar que um diploma universitário, colocado no amparo ao próximo, é uma lavoura preciosa de alegrias e bênçãos.


Não está no que possuis e sim no que dás e, ainda assim, não tanto no que dás como no modo como dá.


Não está no que sonhas e sim no que fazes e, sobretudo, na maneira como fazes.


Felicidade, na essência, é a nossa integração com Cristo de Deus, quando nos rendemos a Ele para que nos use como somos e no que temos, a benefício dos semelhantes.


Isso porque todo bem que venhamos a fazer é investimento em nosso favor, na Contabilidade Divina.


Em suma, felicidade colhida nasce e cresce da felicidade que se semeia, ou melhor, à medida que ajudamos aos outros, por intermédio dos outros, o Céu nos ajudará.


Emmanuel



Da obra “Passos da Vida”, dpsicografia de Francisco Cândido Xavier – Espíritos Diversos



Tela de Monet
Aprendi que nossos pais são os "Anjos guardiães materializados que Deus nos concede"...


Anjos Guardiães



Os anjos guardiães são embaixadores de Deus, mantendo acesa a chama da fé nos corações e auxiliando os enfraquecidos na luta terrestre.
Quais estrelas formosas, iluminam as noites das almas e atendem-lhes as necessidades com unção e devotamento inigualáveis.
Perseveram ao lado dos seus tutelados em toda circunstância, jamais se impacientando ou os abandonando, mesmo quando eles, em desequilíbrio, vociferam e atiram-se aos despenhadeiros da alucinação.
Vigilantes, utilizam-se de cada ensejo para instruir e educar, orientando com segurança na marcha de ascensão.
Envolvem os pupilos em ternura incomum, mas não anuem com seus erros, admoestando com severidade quando necessário, a fim de lhes criarem hábitos saudáveis e conduta moral correta.
São sábios e evoluídos, encontrando-se em perfeita sintonia com o pensamento divino, que buscam transmitir, de modo que as criaturas se integrem psiquicamente na harmonia geral que vige no Cosmo.
Trabalham infatigavelmente pelo Bem, no qual confiam com absoluta fidelidade, infundindo coragem àqueles que protegem, mantendo a assistência em qualquer circunstância, na glória ou no fracasso, nos momentos de elevação moral e naqueloutros de perturbação e vulgaridade.
Nunca censuram, porque a sua é a missão de edificar as almas no amor, preservando o livre-arbítrio de cada uma, levantando-as após a queda, e permanecendo leais até que alcancem a meta da sua evolução.
Os anjos guardiães são lições vivas de amor, que nunca se cansam, porquanto aplicam milênios do tempo terrestre auxiliando aqueles que lhes são confiados, sem se imporem nem lhes entorpecerem a liberdade de escolha.
Constituem a casta dos Espíritos Nobres que cooperam para o progresso da humanidade e da Terra, trabalhando com afinco para alcançar as metas que anelam.
Cada criatura, no mundo, encontra-se vinculada a um anjo guardião, em quem pode e deve buscar inspiração, auscultando-o e deixando-se por ele conduzir em nome da Consciência Cósmica.




Tem cuidado para que te não afastes psiquicamente do teu anjo guardião.
Ele jamais se aparta do seu protegido, mas este, por presunção ou ignorância, rompe os laços de ligação emocional e mental, debandando da rota libertadora.
Quando erres e experimentes a solidão, refaze o passo e busca-o pelo pensamento em oração, partindo de imediato para a ação edificante.
Quando alcances as cumeadas do êxito, recorda-o, feliz com o teu sucesso, no entanto preservando-te do orgulho, dos perigos das facilidades terrestres.
Na enfermidade, procura ouvi-lo interiormente sugerindo-te bom ânimo e equilíbrio.
Na saúde, mantém o intercâmbio, canalizando tuas forças para as atividades enobrecedoras.
Muitas vezes sentirás a tentação de desvairar, mudando de rumo. Mantém-te atento e supera a maléfica inspiração.
O teu anjo guardião não poderá impedir que os Espíritos perturbadores se acerquem de ti, especialmente se atraídos pelos teus pensamentos e atos, em razão do teu passado, ou invejando as tuas realizações... Todavia te induzirão ao amor, a fim de que te eleves e os ajudes, afastando-os do mal em que se comprazem.
O teu anjo guardião é o teu mestre e amigo mais próximo.
Imana-te a ele.
Entre eles, os anjos guardiães e Deus, encontra-se Jesus, o Guia perfeito da humanidade.
Medita nas Suas lições e busca seguir-Lhe as diretrizes, a fim de que o teu anjo guardião te conduza ao aprisco que Jesus levará ao Pai Amoroso.

Joanna de Ângelis

Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Momentos Enriquecedores.Ditado pelo Espírito Joanna deÂngelis.Salvador, BA: LEAL, 1994.

quarta-feira, julho 16, 2008



Viva sorrindo que a tristeza não encontrará espaço na sua vida.


Para Viver Bem...


Imagine-se observando um lindo jardim com belas e coloridas flores, árvores frondosas e um bonito lago, borboletas de diversas cores tonalizando o ambiente.


Imagine-se observando tudo isso com óculos de lentes cinza. Isso mesmo: cinza.


Você estaria vendo tudo cinzento, não haveria diversidade de cores nem beleza, Tudo pareceria muito triste e sem vida.


Nada contra o cinza, mas é uma forma de mostrar como nosso humor intervém na maneira de vermos a vida.


Tire essa lente de mau humor que lhe impede de ver a vida como realmente ela é.

Humberto Pazian



Texto extraído do livro: Para viver bem... página 102 ::Autor: Humberto Pazian ::Editora: Petit

Fernando Pessoa
Lisboa, 13 de junho de 1888 - Lisboa, 30 de novembro de 1935


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,

mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.

E que posso evitar que ela vá a falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver

apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e

se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar

um oásis no recôndito da sua alma .

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um 'não'.

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

Fernando Pessoa

terça-feira, julho 15, 2008



Recebi esta mensagem pelo dia do amigo e a compartilho com vocês...

AS ESTRELAS E OS COMETAS



Existem pessoas Estrelas e pessoas Cometas.

Os Cometas passam.


Apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam.


As Estrelas permanecem.


Assim como o Sol.


Passam anos, milhões de anos, e as Estrelas permanecem.


Há muita gente Cometa.


Gente que passa pela nossa vida apenas por instantes.


Gente que não prende ninguém e a ninguém se prende.


Gente sem amigos, gente que passa pela vida sem iluminar, sem aquecer, sem marcar presença.


Importante é ser Estrela.


Estar junto.


Ser luz, calor, ser vida.


Amigo é Estrela.


Podem passar anos, podem surgir distâncias, mas a marca fica no coração.


Ser cometa é ser companheiro por instantes, explorar os sentimentos humanos, ser aproveitador das pessoas e das situações.


Solidão é resultado de uma vida cometa.


Ninguém fica, todos passam.


Há necessidade de se criar um mundo de Estrelas.


Para podermos contar com elas, senti-las como luz e calor.


Assim são os amigos, Estrelas na vida da gente.


São aragem nos momentos de tensão e luz nos momentos de desânimo.


Ser Estrela nesse mundo passageiro, nesse mundo cheio de pessoas Cometas, é um desafio.


Mas acima de tudo, uma recompensa.


Recompensa de ter sido luz para muitos amigos, calor para muitos corações e acima de tudo, saber que nascemos e vivemos, e não somente existimos.



Autor desconhecido



AMA TEUS INIMIGOS



O segredo da fortaleza de Cristo jaz no amor com que distribui a todos, inclusive a seus inimigos.



É muito melhor conquistar o coração de uma pessoa que nos odeia por meio de nosso amor, que derrotá-lo através da força vingativa.



Esse doutrina parecerá absurda ao homem comum, já que seu primeiro impulso seria devolver duas bofetadas por uma que tenha recebido.



Por que deves amar a teu inimigo?



Deves fazê-lo para brindar os raios curativos de teu amor em seu coração perdido na obscuridade e ferido pelo ódio.



Quando a amizade se expressa dessa maneira, pode contemplar-se a si mesmo como amor puro. Deste modo, a chama de teu amor incinerará as divisões do ódio e do sofrimento que separam tua alma de outras almas e que apartam a toda alma não iluminada do imenso oceano do Amor Infinito.



Ama a quem não te ama, aprecia a quem não te aprecia. Sê generoso com os que são generosos só consigo mesmos. Se odeias teu inimigo, nem ele nem tu poderão perceber a beleza inerente de tuas almas.



Evita toda a ação que cause danos aos demais ou a ti mesmo. Se és indulgente consigo mesmo, ou se animas a um amigo a continuar com seus vícios, és um inimigo disfarçado de amigo.Sê verdadeiro consigo mesmo e com os demais e ganharás a amizade de Deus.



Uma vez que outras pessoas percebam teu amor, este se expandirá até converte-se no Amor Cósmico que flui através de todos os corações.



Se ao demonstrar humildade e pedir desculpas, estimulas as boas qualidades de uma pessoa que se considera tua inimiga, então desculpa-te quantas vezes for necessário.



A pessoa que pode fazer isso já obteve um definido desenvolvimento espiritual, já que é necessário possuir força de caráter a fim de desculpar-se com graça e sinceridade.



É o conhecimento de sua própria inferioridade o que faz um ser humano esconder-se atrás do orgulho.



Não necessitas, porém, adular teus inimigos, perdôe e ame-os no silêncio, e ajude-os silenciosamente quando o necessite, já que o amor só é verdadeiro quando útil e pode expressar-se assim através de uma ação.



Afirme:"Hoje perdoarei a todos aqueles que me tenham ofendido e darei meu amor a todos os corações sedentos, tanto aos que me amam, como aos que não me amam!!!"



Paramanhansa Yogananda

segunda-feira, julho 14, 2008


"Existem três tipos de pessoas: as que deixam acontecer, as que fazem acontecer e as que perguntam o que aconteceu." John Richardson Jr



O Maior Desafio

Cada um de nós tem desafios diferentes. A vida é feita de desafios diários.


Para quem não dispõe de movimentos nas pernas, transportar-se da cama para a cadeira de rodas, a cada manhã, é um desafio. Para quem sofreu um acidente e está re-aprendendo a andar, o desafio está em apoiar-se nas barras, na sala de reabilitação, e tentar mover um pé, depois o outro.


Para quem perdeu a visão, o grande desafio é adaptar-se à nova realidade, aprendendo a ouvir, a tatear, a movimentar-se entre os obstáculos sem esbarrar. É aprender um novo alfabeto, é ler com os dedos, é adquirir nova independência de movimentos e ação.

Para o analfabeto adulto, o maior desafio é dominar aqueles sinais que significam letras, que colocados uns ao lado dos outros formam palavras, que formam frases. É conseguir tomar o lápis e escrever o próprio nome, em letras de forma. É conseguir ler o letreiro do ônibus, identificando aquele que deverá utilizar para chegar ao seu lar.


Cada qual, dentro de sua realidade, de sua vivência, apontará o que lhe constitui o maior desafio: dominar a técnica da pintura, da escultura, da música, da dança.


Ser um ás no esporte. Ser o primeiro da classe. Passar no vestibular. Ser aprovado no concurso que lhe garantirá um emprego. Ser aceito pela sociedade. Ser amado.


Para vencer um desafio é preciso ter disciplina, ser persistente, ser diplomático, saber perdoar-se e perdoar aos outros.
É ser otimista quando os demais estão pessimistas. Ser realista quando os demais estão com os pensamentos na lua. É saber sonhar e ir em frente. É persistir, mesmo quando ninguém consiga nos imaginar como um prêmio Nobel de Química, um pai de família, um professor, prefeito ou programador.


Acima de tudo, o maior desafio para deficientes, negros e brancos, japoneses e americanos, brasileiros e argentinos, para todo ser humano, é fazer. Fazer o que promete. Dar o primeiro passo, o segundo e o terceiro. Ir em frente.


Com que freqüência se escutam pessoas dizendo que vão fazer regime, que vão estudar mais, que vão fazer exercício todo dia, que vão ler mais, que vão assistir menos televisão, que vão...


Falar, reclamar ou criticar são os passatempos mais populares do mundo, perdendo só, talvez, para o passatempo de culpar os outros pelo que lhe acontece.


Então, o maior desafio é fazer. E não adianta você dizer que não deu certo o que pretendia porque é cego, ou porque é negro, ou porque é amarelo, ou porque você é brasileiro. Ou porque mora numa casa amarela. Ou porque não teve tempo.


Aprenda com seus erros. Quando algo não der certo, você pode tentar de maneira diferente. Agora você já sabe que daquele jeito não dá.


Você pode treinar mais. Você pode conseguir ajuda, pode estudar mais, pode se inspirar com sábios amigos. Ou com amigos dos seus amigos.


Pode tentar novas idéias. Pode dividir seu objetivo em várias etapas e tentar uma de cada vez, em vez de tentar tudo de uma vez só.
Você pode fazer o que quiser. Só não pode é sentir pena de si mesmo. Você não pode desistir de seus sonhos.

Problemas são desafios. Dificuldades são testes de promoção espiritual.
Insucesso é ocorrência perfeitamente natural, que acontece a toda e qualquer criatura.
Indispensável manter o bom ânimo em qualquer lugar e posição.
O pior que pode acontecer a alguém é se entregar ao desânimo, apagando a chama íntima da fé e caminhar em plena escuridão.
Assim, confia em Deus, e, com coragem, prossegue de espírito tranqüilo.

Equipe de Redação do Momento Espírita, a partir de carta assinada por Fernando Botelho e endereçada a um cego, de nome Juliano, residente em Curitiba, e do cap. 9 da obra Convites da Vida, psicografia de Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Joanna de Ângelis.

domingo, julho 13, 2008

Tela de Van Gogh pelo médium Medrado/BA


Viver é um espetáculo imperdível


Eduardo Melo Valente



Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode evitar que ela vá à falência.


Lembre-se sempre de que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.


Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.


Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza.


Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.


Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.


Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.


Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser.


Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.


É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.


É agradecer a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo.


É ter coragem para ouvir um "não".


É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.


É beijar os filhos, curtir os pais e ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos magoem.


Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós.


É ter maturidade para falar "eu errei".


É ter ousadia para dizer "me perdoe".


É ter sensibilidade para expressar "eu preciso de você".


É ter capacidade de dizer "eu te amo".
Faça da sua vida um canteiro de oportunidades.


Que nas suas primaveras você seja amante da alegria.


Que nos seus invernos você seja amigo da sabedoria.


E, quando você errar o caminho, comece tudo de novo.


Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida e descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas é usar as lágrimas para irrigar a tolerância, usar as perdas para refinar a paciência, usar as falhas para esculpir a serenidade, usar a dor para lapidar o prazer, usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.

Jamais desista das pessoas que você ama.

Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível...


Disponível em <http://www.rivalcir.com.br/mensagens2007/3246.html>

sábado, julho 12, 2008


Tela de Boudin
POEMA DA GRATIDÃO


Senhor Jesus, muito obrigada!

Pelo ar que nos dás, pelo pão que nos deste, pela roupa que nos veste, pela alegria que possuímos, por tudo de que nos nutrimos


Muito obrigada, pela beleza da paisagem, pelas aves que voam no céu de anil, pelas Tuas dádivas mil!

Muito obrigada, Senhor!


Pelos olhos que temos... Olhos que vêem o céu, que vêem a terra e o mar, que contemplam toda beleza!

Olhos que iluminam de amor ante o majestoso festival de cor da generosa Natureza!


E os que perderam a visão?

Deixa-me rogar por eles Ao Teu nobre coração!


Eu sei que depois desta vida, Além da morte, voltarão a ver com alegria incontida...


Muito obrigada pelos ouvidos meus, pelos ouvidos que me foram dados por Deus.


Obrigada, Senhor, porque posso escutar O Teu nome sublime, e, assim, posso amar.


Obrigada pelos ouvidos que registram: a sinfonia da vida, no trabalho, na dor, na lida...


O gemido e o canto do vento nos galhos do olmeiro, as lágrimas doridas do mundo inteiro e a voz longínqua do cancioneiro...


E os que perderam a faculdade de escutar?

Deixa-me por eles rogar... Sei que em Teu Reino voltarão a sonhar.


Obrigada, Senhor, pela minha voz.


Mas também pela voz que ama, pela voz que canta, pela voz que ajuda, pela voz que socorre, pela voz que ensina, pela voz que ilumina...


E pela voz que fala de amor, obrigada, Senhor!

Recordo-me, sofrendo, daqueles que perderam o dom de falar E o Teu nome não podem pronunciar!...


Os que vivem atormentados na afasia e não podem cantar nem à noite, nem ao dia...


Eu suplico por eles sabendo, porém, que mais tarde, No Teu Reino voltarão a falar.


Obrigada, Senhor, por estas mãos, que são minhas alavancas da ação, do progresso, da redenção.


Agradeço pelas mãos que acenam adeuses, pelas mãos que fazem ternura, e que socorrem na amargura; pelas mãos que acarinham, pelas mãos que elaboram as leispelas mãos que cicatrizam feridas retificando as carnes sofridas balsamizando as dores de muitas vidas!


Pelas mãos que trabalham o solo, que amparam o sofrimento e estacam lágrimas, pelas mãos que ajudam os que sofrem, os que padecem...


Pelas mãos que brilham nestes traços, como estrelas sublimes fulgindo em meus braços!


...E pelos pés que me levam a marchar, ereta, firme a caminhar; pés da renúncia que seguemhumildes e nobres sem reclamar.


E os que estão amputados, os aleijados, os feridos e os deformados, os que estão retidos na expiaçãopor ilusões doutra encarnação, eu rogo por eles e posso afirmar que no Teu Reino, após a lida dolorosa da vida, hão de poder bailare em transportes sublimes outros braços afagar...


Sei que a Ti tudo é possível


Mesmo o que ao mundo parece impossível!


Obrigada, Senhor, pelo meu lar, o recanto de paz ou escola de amor,a mansão de glória.


Obrigada, Senhor, pelo amor que eu tenho e pelo lar que é meu...


Mas, se eu sequer nem o lar tiver ou teto amigo para me aconchegar nem outro abrigo para me confortar, se eu não possuir nada, senão as estradas e as estrelas do céu, como leito de repouso e o suave lençol, e ao meu lado ninguém existir, vivendo e chorando sozinha, ao léu...


Sem alguém para me consolar


Direi, cantarei, ainda: Obrigada, Senhor, porque Te amo e sei que me amas, porque me deste a vida jovial, alegre, por Teu amor favorecida...


Obrigada, Senhor, porque nasci,


Obrigada, porque creio em Ti. ...


E porque me socorres com amor,


Hoje e sempre,


Obrigada, Senhor!



Pelo Espírito Amélia Rodrigues.


(Poema recebido pelo médium Divaldo Pereira Franco,em Buenos Aires, Argentina, 21/11/62 e extraído do livro, "Sol de Esperança")