Pachelbel - Canon In D Major

sábado, abril 21, 2007



EM ALGUM TEMPO


Caíra a noite e o viajante pedia socorro a Deus.
Sentia-se doente.
Longa fora a caminhada.
Doía-lhe o corpo.
Estava exausto.
Orando sempre encontrou árvore acolhedora
que lhe pareceu agasalhante refúgio.
No pé do tronco anoso, grande cova caprichosamente
forrada de raízes era leito ao luar.
_ Oh! _ suspirou o viajor fatigado _ Deus
ouviu-me! Afinal, o repouso!
Ajoelhou-se e ia estender o manto roto no chão,
quando verdadeira nuvem de maruins surgiu no
assalto.
Picadas na cabeça, no rosto, nas mãos, nos pés...
E eram tantos os dardos vivos e volantes em
derredor que o pobre recuou espavorido, para dormir
ao relento, entre as pedras e espinheiros da retaguarda.
De corpo dorido, pensava desalentado:
_ Tolo que sou de acreditar na oração! Estou
sozinho! Nada de Deus!
Na manhã seguinte, porém, reomando a marcha,
voltou à árvore do caminho e, somente aí, reconheceu,
admirado, que a grande cova de que fora obrigado
a afastar-se era a moradia de vários
escorpiões.

Não descreia da prece em tempo algum.
E nos casos em que você encontre empecilhos para
possuir o a que mais aspira, guarde, entre aborrecimentos
a provações, a certeza de que, muitas vezes,
o que lhe parece uma situação invejável não passa de ninho enganador,
onde se ocultam os lacraus da morte.

Valerium

Do livro Bem Aventurados os Simples

segunda-feira, abril 16, 2007



Em qualquer situação, sorria sempre.


Para viver bem...


Olhe-se no espelho e sorria.

A tristeza expressa no rosto é o resultado do estado mental do indivíduo.

Se estiver muito difícil resolver seus conflitos, mentalmente faça nova tentativa pelo modo inverso: sorria para tudo e para todos, procure manter o rosto alegre o máximo que puder, e a alegria será absorvida rapidamente pela mente, mudando inteiramente sua atitude interior.

Logo terá motivos de sobra para conservar esse sorriso.


Humberto Pazian


Texto extraído do livro Para viver bem... página 190::Editora Petit::Autor: Humberto Pazian




SALVE KARDEC




Salve, Kardec, a indômita coragem
De herói da fé na luta que te alcança,
Peregrino dos Céus que não descansa,
Por sobre a Terra em mística romagem.

Trazes no coração nobre bagagem
À luz de excelsa bem-aventurança,
Mensageiro do Amor e da Esperança,
Que segue o Cristo, sempre, por imagem...


Deus te abençoe as lágrimas vertidas
Em tuas tantas provações sofridas,
Sem que ninguém pudesse percebê-las...


Onde estejas, Kardec, sê bendito,
De novo sobre a Terra, ou no Infinito,
No corpo, ou fora dele, entre as estrelas!...

Carlos Baccelli - Eurícledes Formiga




Hoje pedimos-lhe licença para homenagear Kardec.
Este amigo tão querido
que nos fez entender o sentido da vida,
nos falando do Pai e do Seu Amor.


Este amigo sincero que se empenhou de corpo e alma
a nos trazer o alento da compreensão
e a certeza do nosso caminho rumo à angelitude.

Este amigo que, com sinceridade, dedicação, lógica,
tenacidade e capacidade de pesquisa, nos trouxe
as primeiras informações sobre o mundo espiritual
através de "O Livro dos Espíritos" que, no dia 18 de abril,
estará comemorando 150 anos da sua publicação.
Quantas pessoas foram confortadas
em lendo as suas páginas!


Obrigada pelo seu exemplo de vida
calcado no Evangelho de Jesus.

Obrigada pelo muito que fomos beneficiados graças ao seu
amor e à sua perseverança.
Que Jesus o abençoe, Amigo Kardec e à sua grande companheira Amélie Gabrielle Boudet,
algumas vezes relegada ao esquecimento pelo Movimento Espírita, mas que teve uma importância ímpar no prosseguimento do seu abnegado trabalho.


E que Jesus abençoe você também meu amigo,
que está lendo estas linhas.
Que sua semana seja permeada de amor.
Recebendo e retribuindo amor.
Aquele amor que existe dentro de você.
Aquele você que tem certeza absoluta
de que é muito amado pelo Pai.



Mensagem da semana da Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo:: http://www.ceeb.org.br

segunda-feira, abril 09, 2007



Tenha humildade e confie no poder de Deus


Para viver bem...


Necessário é compreender que Deus nunca se esquece de nós.
Por mais difícil que seja a situação, tenha certeza, ela passará.
Os momentos difíceis e conturbados já ficaram para trás.
Todo aluno tem o momento de comprovar seu aprendizado fazendo exames apropriados e justos.
Em todos os casos e situações a vida é muito mais importante que qualquer um deles.
Viva em paz e acredite: Deus não se esqueceu de você.


Humberto Pazian

Texto extraído do livro Para viver bem... página 188 ::Editora Petit ::Autor: Humberto Pazian

quinta-feira, abril 05, 2007




Seja um filho da paz


Para viver bem...


É preciso que sejamos filhos da paz.
Dizer que a paz vem depois da guerra é um enorme contra-senso. A paz só existe quando homens e nações sentem-se desarmados interiormente.
Não podemos pensar em paz mundial enquanto não possuirmos a paz interior e essa não se adquire somente com boas intenções.
É preciso perdoar, amar, agir com consciência.
A paz é o reconhecimento do direito e da igualdade de todos perante Deus.

Humberto Pazian


Texto extraído do livro Para viver bem... página 186 :: Editora Petit :: Autor: Humberto Pazian

segunda-feira, abril 02, 2007



SEGUINDO À FRENTE




Dificuldades, fracassos,
conflitos e frustrações...
Possivelmente faceaste tudo isso,
restando-te unicamente
largo rescaldo de pessimismo.

O sol brilha, o mar de oxigênio
te refaz energias, o progresso trabalha,
o chão produz e parece que a noite
se te abriga o ser.

Ergue-te em espírito
e empreende a jornada nova.

Uma estrada se continua
em outra estrada,
uma fonte associa-se à outra.

Tens contigo a riqueza do tempo
a esperar-te na aplicação dela própria,
a fim de que a felicidade te favoreça.

Varre os escaninhos da alma,
expurgando-te de lembranças amargas,
e deixa que a luz do presente
consiga alcançar-te
por dentro das próprias forças.

Renova-te e segue adiante,
trabalhando e servindo.

E à medida que avances,
caminho afora,
entre a bênção de compreender
e o contentamento de ser útil,
perceberás que todos os obstáculos
e sombras de ontem se fizeram
lições e experiências, enriquecendo-te
o coração de segurança e de alegria,
para que sigas em paz, no rumo
de conquistas imperecíveis
ante o novo amanhecer.

Emmanuel





Somos espíritos imortais,
em processo de aprendizagem.

E uma lição só é aprendida
quando se torna parte de nós,
parte do nosso acervo espiritual.

Às vezes é necessário recomeçar,
para que o aprendizado se torne efetivo.

E este recomeço é sempre bênção
a nos mostrar que somos capazes,
que podemos conquistar tudo de bom
que Deus nos reserva.


Por tanto, mãos à obra.

Segue em frente, e, se recomeçar for
preciso, que seu recomeçar seja
sedimento a lhe fortalecer a vontade
e, principalmente,
a criar um elo mais forte
de união com o Pai.

Que sua semana seja de construção.
Mensagem semanal da Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo :: RJ