Pachelbel - Canon In D Major

domingo, maio 13, 2012



Imagem de Maria de Nazaré, segundo informações do médium Francisco Cândido Xavier e publicada no Anuário Espírita.


À Virgem
 Bittencourt Sampaio

Do teu trono de róseas alvoradas,
Estende, mãe bendita, as mãos radiosas
Sobre a angústia das sendas escabrosas
Onde choram as mães atormentadas.

Mãe de todas as mães infortunadas,
Com tua alma de lírios e de rosas,
Mitiga a dor das almas desditosas
Entre as sombras de míseras estradas.

Anjo consolador dos desterrados,
Conforta os corações encarcerados
Nas algemas do mundo amargo e aflito.

Ao teu olhar, as lágrimas da guerra
E os quadros de amargor que andam na Terra,
São caminhos de luz para o infinito.

XAVIER, Francisco Cândido pelo Espírito Bittencourt Sampaio. Da obra  “Parnaso de Além Túmulo”,Brasil Espírita - Julho de 1971  Fonte: Universo Espirita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”