Pachelbel - Canon In D Major

quarta-feira, julho 04, 2012

Permanece confiante - Joanna de Ângelis




Permanece confiante


Joanna de Ângelis


Onde te encontras, com o que tens, através do que sabes, dispões dos valores essenciais para o teu crescimento espiritual.


A divina sabedoria coloca o aprendiz no lugar mais rico de experiências para a sua realização.


Quando estás em condições, podes ler os mais belos textos de sabedoria no livro aberto da Vida.


Se não logras adaptar-te na situação em que estagias, mui dificilmente galgarás o próximo degrau de discernimento espiritual.


*

Não fujas das injunções evolutivas que se apresentam com roupagens de dificuldade, limite ou dor.


Para onde te transfiras, seguirá o teu destino, aquele que programaste através das reencarnações passadas.


O que aqui não consigas, adiante, passado o entusiasmo da novidade, não possuirás.


Deus te ama em todo e qualquer lugar e sabe o que é de melhor para ti.


*

Nem aceitação estática daquilo que denominas infortúnio, nem exaltação do que chamas conquista.


A vida possui uma dinâmica natural, um ritmo que deves aplicar nas tuas aspirações, acontecimentos e programas.


Age, pois, sempre, da forma que te brinde maior quota de paz e de experiências possíveis.


*

“Pedra que rola não cria limo”, afirma o brocardo popular. Da mesma forma, a instabilidade íntima, que te leva a constantes mudanças, não te permitirá fixação em coisa alguma, nem tampouco realização profunda.


Concede-te o tempo de semear, germinar, crescer, enflorescer e dar frutos.
Não tenhas pressa injustificável.


O trabalho de burilamento é íntimo.


A aquisição de conhecimento é tranqüila.


A plenitude do amor é lenta.

*

As alternativas do mundo são todas transitórias.


As concessões do Cristo são permanentes.


Transitando, sofregamente, poderás reunir o que deixarás com a morte do corpo. 

Harmonizando-te e perseverando, porém, conseguirás ser o que nada te poderá usurpar.


FRANCO, Divaldo Pereira pelo Espírito Joanna de Ângelis. Do livro Momentos de meditação, Cap.17, p.19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”