Pachelbel - Canon In D Major

sábado, julho 14, 2012

A Verdade do Espelho - Paulo Roberto Gaefke




A Verdade do Espelho 


Paulo Roberto Gaefke


O espelho em seu silêncio revela toda a verdade,
que por vezes não queremos enxergar.
A noite, com o silenciar próprio da calmaria,
também vem lembrar daquilo que deixamos de fazer.
Não podemos nos esconder de nós mesmos.


Assim como não podemos tapar o sol com uma peneira,
não dá para esconder os nossos sonhos,
os desejos da alma que as vezes vamos deixando de lado.
Não se maltrate!
Não fique sonhando com o que será ou o que deixou de ser.
Viva o hoje, o agora.
Ame essa pessoa que te olha no espelho.
Refletindo os olhos "pidões" de quem precisa de carinho.
Seja carinhoso com você.
Respeite-se!


Se hoje o dia não foi assim tão bom, a noite ainda não terminou.
Faça um belo jantar, ainda que seja um pão e dois ovos.
Sinta-se como rei ou rainha comendo a sua melhor refeição.
Porque nesta noite tem muita gente se alimentando com uma sonda,
lá naquele hospital "chiquérrimo" de caro, ou nos corredores do PS da periferia...


Alegre-se!
A vida é bela e pede uma fita amarela.
Um sorriso no rosto e uma certeza:
- Não há ninguém como você!
Com essa certeza, "vambora" ser feliz!
Fácil assim, basta você se decidir.
Parar de ficar pensando no que não tem,
e concentrar-se no que já tem.
Ainda que seja apenas uma mala velha e duas peças de roupa.
Tá bom demais para quem ainda pode sonhar com o mundo.
"Bora" ser feliz!


Eu acredito em você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”