Pachelbel - Canon In D Major

terça-feira, setembro 24, 2013

Reflexões possíveis - Momento Espírita



Angelina Jolie, embaixatriz do UNICEF ,quando necessário, lidera os deslocamentos de massa.



Reflexões possíveis



Vivemos dias tecnológicos, nos quais as possibilidades de encontro, comunicação, conhecimento entre as pessoas nunca foram tão vastas.


As distâncias se encurtam, os meios de comunicação nos conectam, e vivemos como vizinhos do mundo, muito próximos uns dos outros, próximos de todo mundo.


E como estamos assim, tomando conhecimento de quase tudo, temos notícias a todo tempo e de toda parte.


Algumas vezes nos chegam notícias de mães que relegam filhos, os deixam sem cuidados e ao abandono, na frieza encontrada naqueles que ainda são incapazes de amar.


Porém, sem dúvida há milhares de outras que sacrificam suas horas e energia para o bem-estar dos seus.


Outras notícias nos anunciam as mortes barateadas pelas loucuras de alguns, na selvageria em que se permitem viver.


Por outro lado, não raro, nos esquecemos das centenas de pessoas que se dedicam a salvar vidas, doando seu tempo e cultivando o amor ao próximo.


Algumas vezes, temos a impressão de que são em grande número aqueles que se perdem na violência, maltratando a si e os que estão ao seu entorno.


Não percebemos, no entanto, que muitos semeiam a paz em atitudes silenciosas, porém significativas.


Reclamamos dos desonestos, que se utilizam da corrupção e do desvio de verbas para proveito próprio, dificultando a vida de muitos, fomentando a miséria e os desequilíbrios sociais.


Porém, há uma multidão de pessoas honradas e honestas, a viver dignamente sob a tutela das leis e de valores morais pautados no respeito ao próximo.


Na verdade, a grande maioria das pessoas, hoje vivendo em nosso planeta Terra, traz em si a proposta do bem e justo agir.


Se nos ativermos apenas a algumas manchetes de jornal, ou algum noticiário na TV, podemos até acreditar que a Humanidade piorou e a convivência em sociedade está mais difícil.


Porém, ao nos determos nos fatos, mais aprofundadamente, vamos concluir que isso está longe de ser verdade.


A legislação humana, hoje, é muito mais justa do que há algumas décadas, reflexo do progresso e evolução moral da sociedade.


Na atualidade, existem centenas de associações, grupos organizados, atitudes isoladas mesmo, visando à proteção de minorias, de desprotegidos, de pessoas em risco.


São inúmeros os cientistas, pesquisadores, professores, que se dedicam com afinco e desvelo para novas descobertas, novas conquistas da ciência, que vêm melhorando nossas vidas, nosso bem-estar.


Incontáveis os que se tornam empreendedores sociais, trabalhando em prol de comunidades, elegendo causas sociais, no idealismo dos que querem formar um mundo melhor.


Assim, facilmente percebemos que o mundo vem melhorando e se tornando um lugar mais justo e nobre para se viver.


E, se ainda existem multiplicados problemas, que sejamos, cada um de nós, o início da solução para eles.


Que possamos melhorar o mundo oferecendo o que temos de melhor, no lar, na família, no trabalho e na sociedade.





Redação do Momento Espírita. Disponível em www.momento.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”