Pachelbel - Canon In D Major

terça-feira, novembro 29, 2016

Irmão, Irmãos - Carlos Drummond de Andrade





Irmão, Irmãos

Carlos Drummond de Andrade



Cada irmão é diferente.

Sozinho acoplado a outros sozinhos.

A linguagem sobe escadas, do mais moço,

ao mais velho e seu castelo de importância.

A linguagem desce escadas, do mais velho

ao mísero caçula.


*

São seis ou são seiscentas

distâncias que se cruzam, se dilatam

no gesto, no calar, no pensamento?

Que léguas de um a outro irmão.

Entretanto, o campo aberto,

os mesmos copos,

*

o mesmo vinhático das camas iguais.

A casa é a mesma. Igual,

vista por olhos diferentes?


*

São estranhos próximos, atentos

à área de domínio, indevassáveis.

Guardar o seu segredo, sua alma,

seus objectos de toalete. Ninguém ouse

indevida cópia de outra vida.

*

Ser irmão é ser o quê? Uma presença

a decifrar mais tarde, com saudade?

Com saudade de quê? De uma pueril

vontade de ser irmão futuro, antigo e sempre?


*



Carlos Drummond de Andrade, in 'Boitempo'


Fonte

http://www.citador.pt/poemas/irmao-irmaos-carlos-drummond-de-andrade




*



Nem sempre a vida nos contempla com  aqueles irmãos que gostaríamos de ter, mas na visão espírita, sabemos que Deus nos contempla com o que  merecemos de melhor e em um grupo de 6 muitas vezes fica um ou dois, mas que podemos realmente chamá-los de "irmãos".

*

A discrepância de sentimentos e valores entre os irmãos, nos ensinam "como não devemos proceder com o próximo" . Lembro-me sempre de José , que foi vendido pelos irmãos no Egito e mais tarde , tornou-se-lhes um benfeitor. Cada irmão sempre nos ensina algo e devemos ser gratos a Deus, por termos esse olhar. 

*

Na Doutrina Espírita aprendemos a lastimar por todos aqueles que nunca souberam ser irmãos, mas que na fieira das reencarnações certamente aprenderão: aqueles que querem o mundo para si, os que desconsideram os profundos laços do amor filial e fraternal, que constituem verdadeiros tesouros na nossa evolução; os que não souberam apreciar a rica sementeira dos pais, avós e tantos outros com os quais conviveram, em detrimento das coisas materiais.

*

Enfim, nossa evolução não ocorre em saltos e um dia,através dos milênios, aprenderão a serem "Irmãos"...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”