Pachelbel - Canon In D Major

quinta-feira, abril 04, 2013

Filosofia para a velhice - George Carlin






Filosofia para a velhice


George Carlin


Você sabia que a única  época da vida em que gostamos de  ficar velhos é quando somos crianças?  Se tem menos de 10 anos, está tão  entusiasmado em envelhecer que pensa em  frações.



“Quantos anos tem? Tenho quatro e meio!”



Você nunca terá trinta e  seis e meio. Tem quatro e meio, quase  cinco! Esta é a chave!



Quando você chegar à adolescência,  ninguém mais lhe segura. Salta para um  número próximo, ou mesmo alguns à frente.



Quantos anos você tem?



Vou fazer 16!



Pode ter 13, mas… “vou  fazer 16”!



E, então, o maior dia da  tua vida …



Completou 21.



Até as palavras soam como  cerimônia.



COMPLETOU 21… YESSSS!



Mas, então, chega aos 30.  



Oh, que aconteceu?



Isso parece leite estragado! Fica  azedo, temos que jogá-lo fora. Não tem  mais graça, agora é apenas um bolo  azedo. O que está errado? O que  mudou?



Você COMPLETA 21, ATINGE 30,  aí está ‘A EMPURRAR’ 40. Putz! Trava,  está tudo a derrapar! Antes que você  perceba, CHEGA aos 50 e os seus sonhos  foram-se.



Mas, espera!



Você fez 60.



Nem sequer pensou que iria  conseguir!



Assim, COMPLETA 21, ATINGE 30,  ‘EMPURRA’ os 40, CHEGA aos 50 e ALCANÇA  os 60.



Atingiu tal velocidade que bate  nos 70!



Depois disso, é um dia após  o outro…



Alcançou !



Conseguiu chegar aos 80 e  cada dia é um ciclo completo: alcançou  o almoço; passou às 16:30h ; chegou  a hora de deitar.



E não acaba nos 90, começa  então a voltar atrás:




 Eu tinha exatamente 92 anos…



Aí, acontece uma coisa estranha.  Se você passar dos 100, volta a  ser criança outra vez. Eu tenho 100 e meio.



Que todos vocês cheguem a uns saudáveis 100 e meio!









COMO PERMANECER JOVEM



1. Livre-se de todos os números não essenciais . Isso inclui idade, peso e altura. Deixe os médicos preocuparem-se com eles. É para isso que você lhes paga.



2. Conserve só os amigos alegres.Os pessimistas podem deprimi-lo.



3. Continue a aprender.



Aprenda mais sobre computadores,  arte, jardinagem, seja o que for, até  radioamadorismo. Nunca deixe o cérebro inativo.  Trabalhe, estude.’Uma mente inativa é a  oficina do diabo. E o nome de família  do diabo é ALZHEIMER.



4. Aprecie as coisas simples.



5. Ria sempre, muito e alto.Ria até perder o fôlego.



6. Lágrimas, acontecem. Suporte, queixe, mas continue.  As únicas pessoas que estão conosco a vida inteira somos nós mesmos. Mostre estar VIVO enquanto estiver vivo.



7. Rodeie daquilo que ama,seja família, animais de estimação,  coleções, música, plantas, hobbies, seja  o que for.  Seu lar é o seu  refúgio.



8.Cuide da sua saúde:se estiver boa, preserve-a. Se  estiver instável, melhore-a. Se estiver além  do que pode fazer, peça ajuda.



9. Não faça viagens de culpa.Viaje para o shopping, mesmo para o a região mais próxima; para um país estrangeiro, mas não para onde a culpa está.



10. Diga que ama às pessoas, sempre que você puder.Todos nós temos que viver a vida  ao máximo a cada dia!




CARLIN, George. Filosofia para a Velhice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”