Pachelbel - Canon In D Major

terça-feira, julho 02, 2013

Espera e Ama Sempre - Meimei





Espera e Ama Sempre

Meimei




Quanta aflio desaparecer no nascedouro, se souberes sorrir em silncio! 


Quanta amargura esquecida, se desculpares o fel!


Rogas a paz do Senhor, mas o Senhor igualmente espera por teu concurso na paz dos outros.


Reflete nas necessidades de teu irmo, antes de lhe apreciares o gesto impensado. 


Em muitas ocasies, a agressividade com que te fere apenas angstia e a palavra rspida com que te retribui o carinho to somente a chaga do corao envenenando-lhe a boca.


Auxilia mil vezes, antes de reprovar uma s.


O charco emite correntes enfermias por no haver encontrado mos que o secassem e o deserto provoca sede e sofrimento por no ter recebido o orvalho da fonte.


Deixa que a piedade se transforme no teu corao em socorro mudo, para que a dor esmorea.


No estendas a fogueira do mal com o lenho seco da irritao e do dio!


Espera e ama sempre!


Em silncio, a rvore podada multiplica os prprios frutos e o cu assaltado pela sombra noturna descerra a glria dos astros!...


Lembra-te do Cristo, o Amigo silencioso.


Sem reivindicaes e sem rudo, escreveu os poemas imortais do perdo e do amor, da esperana e da alegria no corao da Terra.


Busquemos nEle o nosso exemplo na luta diria e, tolerando e ajudando hoje, na estreita existncia humana, recolheremos amanh as bnos da luz silenciosa que nos descerrar os caminhos da Vida Eterna.





XAVIER, Francisco Cndido pelo Esprito Meimei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”