Pachelbel - Canon In D Major

sábado, setembro 24, 2016

12. Percepção Extrafísica - Joanna de Ângelis


O psiquismo divino abre-me os penetrais do infinito e deslumbro-me.


Saio da limitação, na qual me asfixio e estertoro, para a grandiosidade da vida, onde me expando.

Mergulho no mundo interior e vejo, ouço, percebo a realidade sem barreiras, sem névoa, de onde procedo e para onde retornarei.

Identifico-me com meu Pai, liberto-me.











12. Percepção Extrafísica


Joanna de Ângelis


Há uma imperiosa necessidade de vida interior, a fim de lograr-se identificação com a realidade.


O mundo dos sentidos físicos, face ao seu significado e às suas finalidades de pôr o ser em contato com as manifestações exteriores, afasta-o das percepções profundas, ao mesmo tempo sutis, da vida plena.


Fixando-o no campo das manifestações objetivas, bloqueia-lhe a capacidade de ampliar os registros paranormais, que lhe abrem as portas para captar o infinito campo das causalidades.


Mergulhado no oceano das vibrações, da energia, da mente, envolto por ondas e pensamentos incessantes, deve dilatar a capacidade psíquica para inundar-se dos conteúdos extrafísicos, que o afetam, mesmo quando lhe são ignorados.


Possuidor de antenas transceptoras, é instrumento inconsciente de forças complexas que o propelem a atitudes surpreendentes, e que poderia modificar, facultando-se agir em consonância com o que lhe apraz, ao invés de ser-lhes instrumento dócil e sem vontade própria.


Nessa imensa gama de ocorrências parafísicas, destacam-se as faixas da telepatia, da intuição, da clarividência e da clariaudiência, da inspiração, da precognição, da retrocognição, de indiscutíveis bênçãos, ao alcance de todo aquele que se lhe adentre as áreas com elevação e consciência.


És instrumento de intercâmbio psíquico permanente, mesmo sem que te dês conta.


Emites e captas vibrações, idéias, energias mentais, sem cessar. 


Conforme direciones o pensamento, sintonizarás com outros da mesma qualidade, produzindo afinidade.


Vives no mundo vibratório que eleges pelas tuas preferências psíquicas e emocionais, atraindo como repelindo ondas correspondentes. 


De acordo com o padrão cultivado, és envolvido por idênticas respostas psíquicas.


Nessa faixa colossal da realidade encontram-se os espíritos desencarnados, tendo-se em vista a indestrutibilidade do ser, e com eles convives, embora nem sempre os percebas.


Educando-te interiormente, captar-lhes-ás os pensamentos, mantendo comunicação produtiva, que te capacitará, desde agora, para o futuro, quando te despojares do invólucro material.


Sem que o saibas, eles interferem na tua existência: ora ajudando-te, quando são bons, ora perturbando-te, quando maus.


Por serem as almas dos homens que viveram na Terra, preservam os seus valores, às vezes sofrendo e fazendo sofrer demoradamente, por ignorância ou perversidade, acomodação ou inveja.


Fazendo silêncio interior, moralizando-te, sintonizarás com os Espíritos Nobres que te guiam e desejam partilhar contigo a sabedoria e o amor que possuem, facilitando-te a marcha ascensional.


Penetrarás assim, em regiões de luz imperecível, experimentando emoções transcendentes, que te farão feliz.


Desenvolvendo a percepção parafísica, deixarás de ser um limitado prisioneiro, para estares planando em esferas de vida estuante, consciente dos recursos que Deus confere para a tua plenificação de criatura eterna.




FRANCO, Divaldo Pereira pelo Espírito Joanna de Ângelis. Momentos de saúde.Cap12 ,1992, p.15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Deixe aqui um comentário”