Pachelbel - Canon In D Major

terça-feira, dezembro 18, 2012

Espírito Superior e Não Estrela Supernova - Gerson Simões Monteiro







Espírito Superior e Não Estrela Supernova


Gerson Simões Monteiro



Na tradição cristã, a Estrela de Belém, também chamada de Estrela de Natal, revelou o nascimento de Jesus aos magos e, posteriormente, os guiou até Belém. 


A estrela aparece no Evangelho de Mateus (II; 1–12), no qual os "magos do oriente" foram inspirados pela estrela a viajar para Jerusalém. 



Lá, eles se encontraram com Herodes da Judeia e perguntaram-lhe onde teria nascido o rei dos judeus. Herodes, baseado num versículo do livro de Miquéias interpretado como sendo uma profecia, enviou-os a Belém.



A estrela então os levou até o local onde estavam Jesus, Maria e José, onde eles prestaram homenagem ao recém-nascido e deram-lhe presentes. 



Os sábios magos então receberam em sonho o conselho de não retornarem a Herodes e, por isso, voltaram diretamente para seus "próprios países" por um caminho diferente.



Ora, não se trata de saber se o fato que Mateus narra no Novo Testamento é real, trata-se de saber se é possível uma estrela falar e ter guiado os magos, já que estrela é matéria e não tem cérebro. 



Uma hipótese recente é a de que a Estrela de Belém seria uma supernova ou uma hipernova que teria explodido perto da galáxia de Andrômeda. 



Embora supernovas tenham de fato sido detectadas ali, é difícil detectar os restos de uma supernova em outras galáxias, e muito mais, determinar uma data de quando teriam ocorrido. 


Mas, cá pra nós, supernova é uma estrela, e estrela, ora pois, é claro que também não fala; logo, só poderia ser um espírito superior!


O nosso sol, por exemplo, é uma estrela de quinta grandeza, portanto o que é certo é que, naquela circunstância, a luz não podia ser uma estrela, pois um astro da dimensão de um sol, ao aproximar-se da Terra, destruiria o nosso planeta. 


Na época em que o fato ocorreu, era possível que acreditassem que a luz fosse de fato uma estrela, porquanto se imaginava que elas fossem pontos luminosos pregados no firmamento e suscetíveis de cair sobre a Terra. 



Era, portanto, a estrela a aparição de uma luz com o aspecto de uma estrela. 



Um Espírito pode aparecer sob a forma luminosa, ou transformar uma parte do seu fluido perispirítico em foco luminoso.




Gerson Simões Monteiro Vice-Presidente da FUNTARSO. E-mail: gerson@radioriodejaneiro.am.br

2 comentários:

  1. Anônimo4:40 PM

    DESEJO A TODOS UM NATAL DE PAZ E UM ANO NOVO COM MUITA LUZ E ALEGRIAS!!!
    PARABÉNS PELO BELO TRABALHO REALIZADO, COM LINDAS MENSAGENS QUE FORTALECEM AOS QUE TÊM O PRAZER DE PARTICIPAR DESTE SITE!
    PAZ E LUZ

    CARMEM

    ResponderExcluir
  2. Olá Carmem!

    Obrigada pelas suas palavras.
    Desejamos a você, aos seus e a grande família universal que Jesus renasça em nossos corações em cada dia do Novo Ano !

    Fraternalente

    ResponderExcluir

“Deixe aqui um comentário”